quarta-feira, 6 de maio de 2015

CURIOSIDADES SOBRE CLIVE STAPLES LEWIS

 
 Lewis nasceu na Irlanda do Norte , nos arredores de Belfast, e foi fortemente identificado com sua terra natal por toda a sua vida.
    Lewis tinha uma gargalhada alta e um amplo círculo de amigos. Ele era um homem saudável com um grande senso de humor.
    Ele ensinou Inglês e Literatura no Magdalen College, Oxford , e alguns dos melhores livros de Lewis são livros de crítica literária.
    A mais antiga ambição de Lewis era ser contado entre os grandes poetas , e fez grande esforço para escrever e reescrever seus poemas , alguns até mesmo depois que foram publicados.

    A maioria do que Lewis escreveu foi em resposta a pedido, sugestão ou incentivo de alguém.
    Lewis se importava profundamente com as pessoas. Ele doou grande parte de sua renda para pessoas em dificuldade e escreveu, à mão, centenas de cartas atenciosas para todos os que lhe contatavam. Fez  isso até pouco dias antes de sua morte, enquanto sofria com problemas de saúde
    Lewis foi um grande estudioso . Seus livros acadêmicos ainda são leitura obrigatória em Oxford e Cambridge. Eles são difíceis - com argumentos sofisticados. Partes não traduzidas do grego, latim, inglês antigo e medieval, nórdico, entre muitos outros.

    Lewis também tinha um toque diferenciado: Durante a Segunda Guerra Mundial , a BBC convidou Lewis para dar uma série de palestras por rádio para a população britânico, explanando sobre o que é o cristianismo (mais tarde, estas se tornaram um seu livro, Cristianismo Puro e Simples) . Ele escreveu fantasias infanto-juvenis que ainda hoje são procuradas por jovens e velhos, histórias ricas em personagens que refletem a visão de Lewis sobre a população.
    Lewis descreveu a si mesmo como um " dinossauro ". Ele foi treinado na filosofia antiga e fez sua carreira em estudos medievais e renascentistas . Viu pensamento clássico como superior em todos os aspectos para o pensamento moderno , e aproveitou todas as oportunidades para mostrar que isso era verdade.
    As crônicas de Nárnia comprova. A coleção de sete títulos é, de longe, o maior sucesso do irlandês e uma das mais lidas no mundo, já que o número de vendas ultrapassa os 120 milhões. A trama central - adaptada três vezes ao cinema, sendo a estreia em 2005 - apresenta um mundo paralelo onde animais e seres humanos cohabitam como iguais. O quê místico e fabuloso da obra a fez ser traduzidas para 41 línguas. 

    Uma curiosidade da vida do irlandês foi a amizade duradoura com J. R. R. Tolkien, detentor dos direitos de de O Senhor dos Anéis, também adaptado para o cinema. Eram famosas as pelejas entre os dois sobre religião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário